Pular para o conteúdo principal

"Salud" S04E10



"Prometo uma coisa. Ou iremos todos para casa, ou nenhum de nós irá". Mike

O melhor episódio da temporada. Mas pera aí, eu não disse isso do episódio passado? Isso é Breaking Bad. É sempre um episódio melhor do que o outro. Melhor ou pior é indiferente. A história é contada de forma linear e tudo até agora está bem encaixado, e aquela sensação ainda continua. Não temos a mínima idéia do que vai acontecer.

E agora, Jesse?! É só matar Gus e Mike e viver feliz para sempre com Walter. Alguém acredita que isso vai acontecer? Claro que não, não é gente? Jesse está se sentindo o cara mais importante do mundo. Tudo que ele quis na sua vida está acontecendo. Reconhecimento. Parece coisa simples, mas não é. Poucos conseguem, independente da profissão, ilícita ou não. Mais um paralelo que traçamos em nossa vida, exibido pela série. Tenho medo que Jesse se torne um criminoso impiedoso. Mais uma morte na sua conta.

Gus, mais uma vez, não se deixou intimidar. Planejou muito bem o seu jogo e acabou com o cartel concorrente, vide o que fez com a família Salamanca na terceira temporada. Gus sabia que independente da liberação da fórmula, essa guerra nunca iria acabar, e aproveitou para vingar a morte de seu amigo com maestria. Quando Mike disse aquela frase para Jesse, todos pensamos: "Que diabos vai acontecer?". Aí veio aquele presentinho de grego e imaginamos novamente: "Não tem como envenená-los, pois eles também teriam que beber". Imaginei que a bebida estivesse envenenada com o veneno criado por Walter, dado a Jesse, e que Gus estivesse imunizado com algum antídoto, sei lá. Mas não. Gus arriscou a sua vida para concluir seu plano. Sensacional.

Little Bitch! Tradução: Putinha! Boa Jesse Pinkman! Você é o cara!
O que foi aquela esculachada? OMG! Dei vários pulos no sofá em comemoração! Quimicozinho de m...

Gus começou a temporada mais temido do que o diabo, e agora é um dos heróis da temporada. Ainda precisamos convencer Walter, mas isso não deve demorar muito. Porém, Gus é capaz de tudo para conseguir o que quer, com margem de erro zero. Walter e Jesse passaram-o para traz uma vez e duvido que ele esqueceu. Gus morrer agora? De jeito nenhum.

Por falar em Walter, nosso herói esteve mais acabado do que nunca nesse episódio. Tanto fisicamente quanto psicologicamente. Acabou-se em emoção, confessando para sei filho (e que filho) toda a sua culpa. Detalhe que Walter Jr confirmou o já tínhamos dito. Tem seu pai como um herói e mesmo sabendo das confusões que se meteu, continua o admirando ainda mais. Caso um dia souber de toda a verdade, seu sentimento por ele não vai mudar uma vírgula sequer.

Interessante e emocionante Walter contar-nos o seu passado com seu pai. Louvável.

Skyler White também foi atração nesse episódio. Quebrou a cara e foi muito bem feito para ela. Skyler está começando a pagar os seu pecados da 3ª temporada, quando humilhou Walter pelos seus atos ignorando o motivo. Acabou se envolvendo com cara bem mais crápula que seu marido e sentiu isso na pele. Tentou resolver seu problema a estilo Walter, mas não tem a perspicácia/sorte para isso. Estou pagando pra ver a sequência de sua cena com Ted. Mete a mão na cara dele, Skyler! Aí você vai ganhar muitos pontos conosco.

Pra finalizar, aproveitando a semana do Emmy, Bryan Crasnton, Anna Gunn, Giancarlo Esposito e Aaron Paul terão que ser indicações obrigatórias no Emmy 2012. Estão fazendo um trabalho impecável. O elenco todo é muito, muito bom mesmo. O que foi aquela interpretação do RJ Mitte? Sensacional, tal como a série.