Entrevista: Jonathan Banks, o Mike de Breaking Bad comenta sobre o seu personagem




O ator Jonathan Banks que interpreta Mike em Breaking Bad deu uma entrevista exclusiva para o AMCtv.com. Confira!

Vamos falar sobre 4 ª Temporada, Episódio 5 . Qual é a pior viagem de carro você já teve em toda sua vida?

Uma vez tinha ido acampar com uns amigos e nós estávamos voltando do Sierras, então pegamos um cara que estava pedindo carona. Ele imediatamente entrou no carro e começou a xingar a si mesmo. Estávamos receosos de que cara estivesse armado. porém ele acabou ficando pouco com a gente, porque o mandamos sair rapidamente.

Mike permitiu que Jesse fumasse no seu carro no episódio 5. Alguém pode fumar no seu carro?

Você tem que saber que eu cresci na era da Straights Camel e Lucky Strikes. Ouro velho. Nossos carros usados cheirava a cinzeiros. Mas ninguém fuma no meu carro agora. Especialmente com meus filhos.

Quando você mudou de opinião sobre esse assunto?

Provavelmente quando meus gêmeos nasceram, meus filhos mais novos. Foi aí que resolvi parar de fumar. Exatamente eu não sei. Foi mais ou menos a 20 ou 22 anos atrás.

Você frequentemente é escalado como vilão. Quem são alguns de seus "Bad Guys" favoritos em filme?

Se você não conhece o filme Shane , alugue-o e irá ver um mestre ruim, Jack Palance, Elisha Cook Jr, In the Mud. Richard Widmark empurrando a velhinha na cadeira de rodas pelas escadas em Kiss of Death . Em Braveheart , o cara que fez o rei, Partick McGoohan, e por aí vai. Eu poderia fazer isso para sempre, eu realmente gosto de caras maus. Uma de minhas filhas está atrás de mim dizendo que sou o Capitão Gancho.

Por que você gosta tanto de bandidos?

Eu não consigo responder a essa pergunta de forma satisfatória para mim. Mas uma das razões é que eu faço como a uma raiva absoluta.

Mike e Jesse desenvolvem uma compreensão quase que silenciosa um com o outro durante o seu trabalho. Este o reflexo de seu relacionamento com Aaron?

É um prazer trabalhar com Aaron e estar a seu redor. Esse tipo de parentesco veio com bastante facilidade. Eu olho para ele - ele é, obviamente, jovem o suficiente para ser meu filho - e eu conheço o mundo dele.

Você como ator se confundi com o seu personagem?

É muito difícil diferenciar Mike e eu. Eu adoro esse personagem, se encaixa, transporta facilmente. No entanto, eu me pergunto sobre seu passado. Mike é sua criação dos escritores, e eu vejo tristeza e dor, ao mesmo tempo. Óbvio que Mike não desistiu completamente do mundo e leva sua neta ao zoológico e encontra alegria nela.

Você falou muito sobre a história de Mike. Você já conversou com os escritores sobre qualquer coisa no script relacionado com o seu personagem?

Eu não sou um daqueles que é chamado sempre. Mas se eu tivesse que escolher meu caminho, eu sentaria lá com eles na sala e dizia: "Olha pessoal, isso  é a coisa certa a se fazer". Se eu estivesse em Los Angeles, eles teriam que ter cadeados na porta da sala dos escritores para me manter fora. Haveria sinais no caminho dizendo: "Bancos Jonathan Turn Back".
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.