Pular para o conteúdo principal

Professor com Câncer é preso Traficando Metanfetamina em Escola

Mais um capítulo da vida real que assimilamos à Breaking Bad. Uma surpreendente coincidência... ou não.

Primeiro acompanhamos a Polícia do Alabama procurar um traficante de drogas com o nome de Walter White (saiba mais aqui), agora descobrimos que existe um professor com câncer traficante de Metanfetamina.

Ou eles estão assistindo Breaking Bad demais ou vai ter coincidência assim lá em Albuquerque.

A notícia vem do site australiano, News.com.au mas já se espalhou para sites de todo mundo, inclusive no Brasil, como o R7. Mas seria uma notícia comum, tamanho as notícias policiais que eles noticiam diariamente, mas aqui no Breaking Bad Brasil que a notícia faz todo ou nenhum (depende do ponto de vista) sentido.

Trata-se do professor de matemática Stephen Doran, da escola Match Charter Middle School, situada em Boston, nos EUA. Ele foi preso depois que a polícia encontrou meio quilo de metanfetamina enviado à instituição de ensino para ele. Em sua posse, continha cerca de US$ 10 mil em dinheiro, além da droga, levantando indícios graves de que ele mantinha um esquema para traficar drogas naquela instituição.

Contudo, ele não cumpre prisão em regime fechado. Foi condenado à prisão domiciliar, passando a ser monitorado por um GPS.

Antes que pergunte, não há informações de que ele tenha um parceiro de nome Jesse Pinkman, mas especula-se que Heisenberg não gostou nadinha da concorrência e planeja fazer uma visitinha à sua residência.

Será que Heisenberg terá o mesmo fim de seu "amigo" Stephen Doran? Convenhamos que não.