Pular para o conteúdo principal

"Talking Bad" Revela Detalhes Sobre o Fim de Breaking Bad


Com o fim de Breaking Bad, chegou a hora de acompanharmos o que os principais envolvidos na série disseram, ou explicaram sobre o seu desfecho, que, mesmo tendo um final bastante esclarecedor e com poucos momentos interpretativos, estão revelando coisas interessantes sobre ele.

Vince Gilligan e o elenco da série estão sendo requisitados por diversos sites americanos, e sendo assim, irei postar com calma (leia-se falta de tempo) tudo o que eles disseram, ou vão dizer sobre o fim, começando pelo programa "Talking Bad", exibido logo após a exibição do series finale de Breaking Bad no AMC.

Vince Gilligan esteve no programa acompanhado por Aaron Paul, Anna Gunn, Giancarlo Esposito, Jonathan Banks, RJ Mitte e do apresentador Jimmy Kimmel, onde refletiram sobre a série, dando detalhes sobre o final e revelando fatos interessantes sobre ele.

Se ainda não assistiu o fim de Breaking Bad, pare por aqui. Spoilers a seguir:

— Gilligan explicou que a razão de Walt ter colocado o relógio em cima do telefone público, relógio esse dado por Jesse no seu aniversário de 51 anos, foi, além de simbolismo adaptado, um detalhe do figurino, pois perceberam que no flash-forward dele em "Live Free or Die", no Denny, Walt não estava usando um relógio, então eles tinham que explicar para onde o relógio foi, evitando um erro de continuidade. E assim, aproveitando, usaram de simbolismo, pois Walt estava vendo que o fim estava próximo e cortou os laços com um de seus "arqui-inimigos", no caso, Jesse.

— Aaron Paul comentou sobre a cena em que Jesse não atirou em Walt: "Quanto mais os episódios iam sendo revelados, eu percebi que eu não queria que Jesse tirasse a vida de mais ninguém... Além da de Todd.

— Gilligan explicou que foi fortemente influenciado pelo filme "Rastros de ódio", para montar o confronto final entre Walt e Jesse. Gilligan acredita que Walt tinha a intenção de matar Jesse, mas quando viu o estado que seu ex-parceiro estava, ele não poderia matá-lo. Ele ainda se preocupava com Jesse.

— Na cena final entre Skyler e Walt, Anna Gunn usou roupas largas, ajudando-lhe a fazer um olhar de pessoa "encolhida", uma "sombra" de seu antigo eu. 

— O operador de câmera estava chorando durante a cena entre Skyler e Walt, e teve que tirar seus olhos do equipamento, disse Gilligan. 

— A surpreendente tomada de cena, onde vimos Skyler com o seu rosto refletido no micro-ondas, foi completamente acidental. Gilligan admite não saber como ele conseguiu isso e até recebeu elogios do editor do episódio.

— Anna Gunn comentou a sua vitória no Emmy 2013, quando recebeu o prêmio de "Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática": "Quando me levantei, eu realmente não sabia o que estava acontecendo, juro por Deus. Eu vi Aaron, Bryan e toda aquela gente de pé e pensei que eles deviam ter chamado o meu nome. Então eu pensei que eu provavelmente deveria me levantar e começar a se mover em direção ao palco. Bryan me disse para apenas respirar, disse que me amava e eu também disse "eu também te amo." Eu não lembrava nada do que tinha dito no momento, até quando eu assisti o meu discurso".

— Houve um corte de cena do roteiro final, por razões de orçamento e tempo. Isso aconteceu depois que Walt faz a chamada em que ele finge ser um repórter. Na cena, um ex-aluno de Walt o reconhece. Walt ameaça o garoto para que ele não o entregasse, mas também dá a ele um maço de dinheiro. Mas antes de deixar o ex-aluno ir embora, ele pergunta: "Que tipo de professor eu era?" O ex-aluno responde: "Você era bom" e em seguida, Gilligan diz que Walt se lembrou do seu tempo quando pulveriza diferentes produtos químicos em uma chama e fazia cores diferentes. Essa e outras cenas deletadas estarão box final da série.

— Gilligan explicou o porquê dele dirigir o series finale: "Porque eu sou ganancioso". Ele admitiu que teria gostado de dirigir mais episódios, mas ele tinha que estar na sala dos roteiristas, em Los Angeles.

— Jonathan Banks disse o que a série significou para ele: "Eu tenho feito isso a 46 anos profissionalmente. Isto é tão bom quanto o que eu ganho e acho que todos nós, certamente eu, estamos um pouco à deriva, após essa experiência em que você realmente se preocupava. Você estava tão orgulhoso do que foi feito, e então você se apaixonou por todas essas pessoas, literalmente. Desde a emissora ao cara que apagou todas as luzes. Ficamos muito felizes de estar lá.

Em breve a entrevista de Vince Gilligan para o Inside Tv.