Robert Forster, o "desaparecedor" de Breaking Bad, morre aos 78 anos


Robert Forster, o "desaparecedor" de Breaking Bad, faleceu ontem, 11 de outubro, aos 78 anos de idade, vítima de câncer no cérebro.

Forster estrelou na década de 1970 a série Nakia e também teve participações recorrentes em Twin Peaks, Last Man Standing, Heroes e Karen Sisco.

Em 2013, Forster foi escolhido para um importante trabalho em Breaking Bad, o "Desaparecedor", no penúltimo episódio da série, com a equipe do programa citando Max Cherry como inspiração. Forster reprisou o seu papel em "El Camino: A Breaking Bad Movie", que estreou nos cinemas americanos e na na Netflix exatamente no dia dia sua morte.

Forster disse que quando sua carreira estava no ponto mais baixo, ele tinha o que chamava de "epifania".

"Era o simples", disse ele, "quando você percebe: 'Você sabe o quê? Você ainda não está morto. Você pode vencê-lo no final da tarde. Você ainda tem o final da tarde, mas você não pode desistir. Nunca desista. "


É de se lamentar muito a morte de Forster, que foi brilhante no universo Breaking Bad e tinha muito ainda a dar pela arte.

Aaron Paul lamentou muito sua morte nas redes sociais:

"Estou com o coração partido ao ouvir as notícias da morte do meu querido amigo Robert Forster. Meu Deus. Eu tive o privilégio de conhecer esse homem bonito e trabalhar ao lado dele. Um verdadeiro cavalheiro que gostava de agir. Eu te amo meu amigo. Obrigado por me amar de volta. Você é e sempre será uma lenda."

3 comentários:

Obrigado pelo seu comentário!

Tecnologia do Blogger.