Pular para o conteúdo principal

"Open House" 4x03

Sexo frágil? Onde?

As mulheres de Breaking Bad mais uma vez mostraram o seu valor. Marie e Skyler foram destaques do episódio. Tomaram as rédeas das ações, em um episódio menos tenso do que os demais, mas fundamental para o desenvolvimento da temporada.

Skyler deixou bem claro quem é que manda em casa. Ok Walter White?!
Quero começar comentando sobre Skyler, cujo abandonou de vez os seus princípios éticos e morais, mostrado no início da série. Além de estar agora tão criminosa quanto seu marido, mostrou-se tão perfeccionista quanto ele. Foi teimosa ao extremo em busca de seu objetivo. Seu plano já está montado em sua cabeça e para que tudo dê certo, o lava-jato é essencial, pois, caso sejam pegos, não faltará argumentos para defesa. A cena do champagne e a renegociação da compra do lava-jato serviu para mostrar como ela está imbuída em levar esse negócio à perfeição, mesmo que seja passando por cima de toda pedra que ousar entrar em seu caminho. Não é mesmo Saul Goodman?

Mais uma vez Breaking Bad prova que tem uma trama muito bem amarrada. Muitas vezes pegamos detalhes referentes à histórias contadas em temporadas anteriores, mas dessa vez, voltaram veementemente com a assunto. Estou falando de Marie, a cleptomaníaca. Após o quinto episódio da segunda temporada, esse assunto foi deixado de lado. Apesar de que praticamente tinha fechado o arco para o plot, os produtores resolveram mostrar que Marie não está curada, usando a sua doença como válvula de escape para enfrentar as difíceis situações enfrentadas no seu relacionamento com Hank.

Até quando Marie irá aguentar essa vida? Olhando por outro lado, a cleptomania até é benéfica para ela
E por falar de Hank, além de cuidar com a maior tranquilidade da situação de Marie, apesar de que tudo isso é muito culpa dele também, volta a se interessar pelo caso Heisenberg. Claro que o caso veio até ele, e sabíamos que uma hora ou outra, aquele caderno de anotações deixado na casa de Gale seria investigado. Daí pra frente tudo pode acontecer. Hank ainda está obcecado pelo traficante e deve controlar a investigação, mesmo estando daquela forma deficitária.

Walter e Jesse foram bem coadjuvantes nesse episódio. Walter impõe a última palavra em sua casa: "Sim senhora, é claro senhora,...". Hilário a cena onde ele fica revoltado com as câmeras. É o velho jeito Walter de ser.

Jesse Pinkman. Extremamente deprimido e sem rumo na vida. Seu futuro? Incerto.
Jesse demonstra estar bem, mas a cada vez que o vemos, está chegando mais perto do fundo do poço. Tenta melhorar aumentando a sua adrenalina, mas sabemos que só isso será pouco. Mas o que me preocupa é o fato de estar sendo vigiado de perto pelo novo capanga de Gus, Tyrus. Suposto autor da ligação atendida por Walter, quando se preparava para entrar na casa de Gus.

É aguardar para ver o desenrolar dessa tensa e dramática trama predominante da 4ª temporada de Breaking Bad, que continua sensacional!

Agora é a vez de vocês! Comentem!