Better Call Saul: "Off Brand" 3x06 [Review]


Finalmente Saul Goodman? Humm... bom, ainda não.

Todos anseiam pelo momento em que Jimmy se transformará, definitivamente em Saul Goodman. Mas confesso que não estou com tanta pressa assim, e, nesse episódio, mesmo com a citação de seu nome no final, ainda estamos longe do personagem. 

Claro, resquícios de sua presença no fundo da alma de Jimmy são claras. O próprio comercial final diz isso. Acontece que Saul Goodman é um advogado assumidamente desonesto, defensor de bandido. Nosso Jimmy ainda segura ele dentro de si, tenta ser honesto, fazer as coisas honestas. Não vai conseguir por muito mais tempo, como sabemos.

A citação "Saul Goodman" já havia sido feita na primeira temporada, episódio "Hero". Saul e Marco - seu colega de tramoias - seguiam dando pequenos golpes nos bêbados de Chicago, quando Jimmy tentou explicar para um deles: "'S'all good, man!". A mesma explicação foi dada para Kim, mas sem grandes detalhes. "É apenas um nome", diz Jimmy. Sabemos que não é.

Ele ainda não se transformou, a transição ainda é tímida, mas foi muito bom terem avançado um pouco nesse quesito.


12 meses suspenso, essa foi a condenação de Jimmy. Pra quem ia perder sua licença, pode se considerar uma vitória, como foi. Howard também considerou uma vitória, tentou animar Chuck, mas sem sucesso. Ele ainda lambe suas feridas, tenta seguir em frente, tomando uma dose de Wisky de 5.700 dólares.

Um detalhe chamou-me a atenção, quando Chuck pergunta se Howard teria condição de dirigir, mesmo alcoolizado. Ele diz que sim, e isso é um crime de trânsito, dirigir alcoolizado. De novo, independente da gravidade do delito não deixa de ser crime. Howard e Chuck se dizem exemplos da lei, moram embaixo de tetos de vidro e não param de atirar pedras no telhado dos outros.

Chuck tem nova obsessão, tenta entender como aquela bateria carregada em seu bolso não lhe causou mal algum. Tá bem claro para nós que é mais psicológico do que qualquer outra coisa, mas ele segue fantasiado de prata andando pela cidade, e, dessa vez, tenta pedir ajuda. Não pode mais contar com Jimmy, Rebeca tentou comovê-lo mas não conseguiu, ganhando um delicioso "não é mais meu irmão".

Depois de um tempo fora da série, o núcleo narcotráfico voltou. Hector segue com o plano de desestabilizar Gus, tentando mostrar "quem é que manda". Gus tem levado na boa, contudo, com outro grande plano em mente. Em uma das mais saudosas cenas da série até o momento, vimos Gus visitar o laboratório que será comandado por Walter White. Um imóvel que não é nada e que será transformado em uma lavanderia perfeita para encobrir a produção de meta, como bem sabemos.


Pra fechar com chave de ouro esse núcleo, nos deparamos com a maravilhosa atriz Laura Fraser, vivendo novamente Lydia Rodarte. Uma espetacular aquisição para série. A aparição mostra que Gus, como vimos em Breaking Bad, tem comandante, e foi muito pertinente inserir a personagem nesse momento.

Estamos sentindo que Better Call Saul está chegando perto de Breaking Bad. Sua história parece que está prestes a se juntar. Lembrando que Better Call Saul começou seis anos antes de Saul Goodman conhecer Walter White, portanto, três já se passaram. O cerco está apertando cada vez mais na mesma proporção que estamos adorando tudo isso.

Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.