Krysten Ritter relembra cena icônica de Breaking Bad


A atriz Krysten Ritter, a nossa Jane Margolis, relembrou uma cena icônica da série em uma conversa com a PeopleTV’s Couch. A cena em questão é a morte de sua personagem:

‘Eu sabia que iria morrer. Eu li o roteiro e disse: Legal, rock & roll, ela morre. Divertido – Mas quando você está fazendo a cena, as coisas mudam. Você tem aquela maquiagem pra parecer morta, elas construíram uma prótese no meio do meu peito para que Aaron Paul tentasse me reviver. E aí tem Bryan, que depois de entrar em cena, ele ficou ali sentado quieto no canto. Foi intenso e eu nunca irei esquecer.’

“Estava com um gesso na parte superior do corpo para me proteger de Aaron batendo no meu peito. A coisa estava me beliscando, não conseguia respirar fundo, e tinha esse ator incrível em cima de mim. Acho que em um ponto eu disse: 'Aaron, eu te amo, mas você não pode me bater com tanta força!'”

 “Podia sentir as lágrimas quentes caindo sobre mim. Também queria chorar. Foi opressor. Achei que se estivesse morta, seria assim. Alguém estaria tentando me reanimar, as pessoas podem estar tristes, chocadas, com medo (ok, talvez um ex-namorado ou dois felizes). Imaginar meus entes queridos na vida real reagindo à minha própria morte na vida real é intenso,” completou a atriz. 

Reveja a cena abaixo:

Comentários