Better Call Saul "Waterworks" 6x12 - Breaking Bad Brasil

Últimas Notícias

Better Call Saul "Waterworks" 6x12


Pra onde mais fugir?

A casa caiu, de novo, para Saul Goodmam. Muito natural devido ao desfecho da série. Praticamente tudo já foi contado, e o que ainda falta, está bem encaminhado. O fim da série será com o fim do personagem, agora Gene, que não consegue manter seu passado longe do presente e irá pagar com juros por isso.

Passado esse que ainda tem pontas soltas, principalmente para Kim, que reaparece na série. Muitas teorias mirabolantes foram criadas, mas o natural foi mantido pelos produtores. Ela está viva, vivíssima, em outra vida, novo marido, novo emprego e novos amigos. Mas ela não tem sangue de barata, não tem o sangue de Saul Goodman, e volta para fazer o certo, mesmo que isso a prejudique.

Prejuízo que ela praticamente não terá, dado a falta da evidência maior que é o corpo de Howard e a sua delação que provavelmente será premiada. Kim decide contar toda a verdade para a viúva de Howard, documentada, e isso já é um grande feito para ela, tira um grande peso de sua consciência. Não apertou o gatilho, mas foi como se fosse. Não trará a vida de Howard de volta, mas pelo menos, mudará a sua história e trará dignidade para ele.

Prejudicar Saul Goodman não é o principal objetivo dela com isso, mas ocorrerá efeito colateral. Mas não muda nada, Saul só irá responder por mais um crime quando o acharem. Apesar de ser tratada com muito descaso por Saul, na linha temporal de Breaking Bad, ela sai da vida dele com os problemas resolvidos, e agora ela tenta ficar bem consigo mesma, seis anos depois, doa a quem doer.


Como esperado, a ligação ocultada no episódio anterior foi mostrada na íntegra, e ela não titubeou, fez o que é certo. Saul ficou comovido após os relatos de Francesca, mas viu que ali não terá mais nada. Aliás, muita cara de pau dele ligar pra ela depois de tudo que aconteceu. Kim o largou dizendo que o amava, mas disse o óbvio para Jesse: "Ele não é mais uma boa pessoa".

Não podemos ter dó de Saul, ele tem que pagar por tudo que fez. Felizmente ele não é um assassino, pois caso contrário teria tirado a vida de Marion. Mas o que resta é sabermos como será o seu desfecho nesse universo pós Breaking Bad. Não consigo imaginar uma morte para o personagem, mas não consigo ver uma conclusão fora disso.

Ele seguiu com o plano de invadir a casa da vitima de câncer, trama que fechou o episódio passado. E mais, foi negligente, prepotente e inconsequente. Parecia que ele até queria ser preso, tamanho as provas de roubo e arrombamento que deixou. Jeff já está preso, não sairá mais. Marion se livrou de um crápula em sua vida, ela que já estava desconfiando de suas tramoias, desvendou o mistério de forma perspicaz.


O episódio concluiu a trama de todo o núcleo envolvendo Saul Goodman no futuro de Breaking Bad. Trouxe Kim, a peça que faltava do passado e ainda nos deu mais um momento nostálgico com uma cena de Jesse, que acompanhava Emílio em consulta com Saul Goodman. Esse momento nos deu a clara referência de onde eles estavam no universo Breaking Bad e nos mostrou o que já sabíamos: Kim esteve em Breaking Bad.

Saul fugiu, lutou muito pra não ser descoberto e praticamente se entregou, ao voltar com os golpes ao estilo Jimmy McGill. Seguiu orgulhoso, revoltado por Kim ter sugerido sua prisão e quer tentar provar, não sem pra quem, que está acima da lei e que nunca será pego.

Pobre Gene, que seguiu com os erros de Saul, perdeu a bondade de Jimmy e se tornou, praticamente, um Heisenberg.