Better Call Saul: "Fun and Games" 6x09


É o fim de uma era

Better Call Saul foi concebida com história a ser contada a seis anos antes dos momentos que começamos a ver Breaking Bad. E essa história se encerrou, quando todos os arcos desse tempo se fecharam. Um salto temporal definiu que a partir de agora, estamos na era Heisenberg.

A grande questão que ficou após as bombásticas mortes de Howard e Lalo é como irão seguir suas vidas sem causar uma guerra na cidade, pois não entramos em Breaking Bad dessa forma, e sim, em paz. Portanto, natural que "Fun and Games" trouxesse certa calmaria e amarrasse as pontas para que a história pudesse seguir em frente.

De um lado precisaríamos saber como Kim iria absorver toda essa situação e qual atitude tomaria. E ela tomou uma atitude sensata, difícil, dura, mas acertada, como condiz sua personagem. Ela não teria estômago para seguir a vida, simplesmente, com trambiques, ao lado de seu amor, depois de tudo que aconteceu. A teoria que ela poderia usar a ferramenta do "desaparecedor" caiu por terra. Ela vai embora sem precisar fugir, pois o plano de acabar com a reputação de Howard acabou encaixando como uma luva para justificar o seu sumiço, endossado por Gus e Mike.


É uma grande saída para a personagem, que, óbvio, irá retornar à série, provavelmente encontrando Gene, o Saul Goodman pós Breaking Bad, em Nebraska. É o fim da personagem na atual linha de tempo mas não é o fim dela na série. Desiste de ser advogada, desiste de Saul e vai para um lugar desconhecido, por enquanto.

Por outro lado, Gus precisava acertar as contas com o cartel e claro que isso iria acontecer. Eladio, o chefe da coisa toda, entrou como juiz entre os lados para acalmar a situação. Ele não queria guerra, ele queria que os negócios seguissem, como seguiu, e diante da falta de provas, decidiu não punir ninguém, apesar de que no fundo sabia que Gus tinha culpa no sumiço de Lalo. Ele viu ódio em seus olhos, como Hector bem descreveu. Ponta bem amarrada, apenas Hector sabe que Gus matou Lalo, e aquela sua frase dita em Breaking Bad, quando disse que enterraria o último Salamanca, fez bem mais sentido agora, que deve ter doído bem mais em Hector na época e a gente nem imaginava.

E no meio disso, uma cena longa, despretensiosa entre Gus e um amigo de velha data chamou a atenção. Gus meio que comemorava a situação e trocou vários diálogos com o sujeito, simpático e carismático. Certamente uma intimidade foi notada e Gus deu uma certa cantada no rapaz, chamando ele praticamente para um encontro. Gus aparece com uma feição alegre, quase nunca vista na série, mas logo após retoma sua feição séria e sombria.


Ele sabe que não pode se apaixonar, não pode ter relações interpessoais. Sua vida não permite mais isso, seria uma vulnerabilidade que poderia ser explorada por seus inimigos. Sofreu muito quando seu namorado Max morreu em Breaking Bad, assassinado por Don Eladio. E nesse episódio ainda vimos Gus olhar para a piscina lembrando disso. Uma cena fora da guerra mas que trouxe muitos significados.

É o fim da HHM. Howard morreu com a empresa e o núcleo se encerra, e a verdade sobre esse crime nunca será vista nesse universo. Gus só quer saber de acelerar a construção do laboratório e Saul Goodman vive, segue, com dinheiro e fama, rumo a conhecer Walter White que acabará com sua vida.

O episódio termina com um salto no tempo, com momentos que começamos a conhecer o personagem. A essa altura, Walter e Jesse já causam estragos na cidade e em breve os trabalhos de Saul serão requisitados.

Better Call Saul caminha para o presente e futuro de Breaking Bad. Gene está aflito em Nebraska após ser reconhecido; Kim ainda precisa aparecer e dizer onde esteve esse tempo todo e a trama de Breaking Bad se tornará preponderante com a entrada dos personagens Walter e Jesse na série. É o que vamos ter nos quatro últimos episódios.


Seguimos em frente, sabendo que "a justiça precisa ser feita, embora os céus caiam", porém a grande definição de justiça não é essa, nem a "justiça" que Mike disse para o pai de Nacho. A grande justiça na série é a falta dela. É injusto a série acabar.

Postar um comentário

7 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.
  1. Não é possível que só eu achei semelhança entre a prostituta e a kim. No primeiro momento, achei que fosse ela. Só no segundo close que parece ser outra pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tive a mesma impressão!! Achei por um breve momento q eles tinham bebido todas e feito umas burradas por ai kkkkk mas ai reparei a virada no tempo pra BB e caiu a ficha :/

      Excluir
  2. Eu achei que a bebida que o Gus menciona fosse a tal que ele servirá pro Don Eladio morrer, pela tal "ocasião especial" que ele menciona, daí quando ele lembra o porquê de ter comprado a bebida, volta a sua feição séria e se recompõe, colocando o seu "foco" na frente de qualquer coisa na sua vida...

    mas, provavelmente não é a mesma bebida kkkk
    parabéns pela crítica!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pensei a mesma coisa quando ele disse sobre a ocasião especial, mas me lembro brevemente que aquela bebida era um whisky... e estou curioso em qual ocasião ele usará o vinho kkk

      Excluir
  3. Tenho uma teoria de que a Kim é filha de Howard , ignorada por ele e por isto tanta raiva e depois da morte, arrependimento.

    ResponderExcluir
  4. É incrivel ver o final e ja rola o flashforward, até achei que veriamos o Saul triste pelo fim e mostraria virando Saul totalmente e começando a fazer comerciais como Saul sepultando a transformação, mas de fato o salto definiu a "morte" de Kim na jornada e só vemos o Saul totalmente formado como resultado, acho que veremos alguns momentos antes do Saul cair e o final com o Gene

    ResponderExcluir
  5. Gente! Agora o Saul ficou totalmente bad!!! Breaking bad antes do Heisenberg hahaha gostei do desfecho da Kim, era o unico bom resultado pra ela. Caso contrario ela iria morrer como efeito colateral de algum cliente do Saul eventualmente. Ela nao tem estomago pra ser a Mrs. Goodman 😋

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!