Better Call Saul: "Nippy" 6x10


Um episódio "A Mosca" em Better Call Saul? E coincidentemente o mesmo décimo episódio.

"Nippy", episódio que desacelerou a temporada, nos levou para outra dimensão e amarrou muito bem as pontas soltas em Omaha, terra de Gene, o Saul Goodman pós-Breaking Bad. Mas trouxe um sentimento de episódio "filler" para os mais ansiosos, porém, discordo com veemência, porque tudo que foi visto tinha muito que ter sido contado.

Sempre acompanhamos nos inícios de temporadas a vida de Gene em Omaha, em preto e branco. Mas era sempre muito pouco, dando margem para muitas teorias. Agora, com o fim da série, tudo precisava ser mostrado e a temporada reservou um episódio inteiro para isso, acertadamente.

Muitas referências apareciam ano a ano, mas o grande momento dessa linha de tempo foi Saul Goodman ter sido reconhecido por um taxista, deixando ele apavorado. Ligar para o desaparecedor de novo? Não, Gene resolveu encarar seus medos e trazendo de volta o Saul Goodman que vive dentro de si. Ele vive bem na cidade e não iria abrir mão da sua nova vida por causa de uma pessoa.

Com a arma que é de praxe, orquestrou um furto à loja de roupas do shopping que trabalha, correndo grandes riscos, mas tudo acabou ficando bem. Ficando bem para os maus, pois trata-se de um crime cometido, mesmo a gente torcendo para dar certo. É o grande dilema que o universo Breaking Bad nos trouxe em muitos momentos.


Ele descobriu onde o taxista morava, bolou um plano para persuadir sua mãe fazendo ela praticamente se apaixonar por ele, e ainda disse para o crápula que "ainda não precisa me chamar de pai", incrível!

O roteiro ainda nos pregou uma peça, pois não tinha como ter certeza que o plano de Gene daria certo, e após seu comparsa levar um belo tombo, pronto, tudo ficou tenso, absurdamente, e isso foi o grande mérito do episódio. Além de tudo, foi divertido, hilário, típico do personagem.

Basicamente a trama toda do episódio foi baseada em um único plano de trambique de Saul Goodman, como vimos vários na série. Mas o mais importante foi vermos que ele estava ali, firme, perspicaz e genial, usando mais uma vez sua inteligência para o crime, se safando, esquecendo momentaneamente que tudo que fez, que repetiu, destruiu sua vida e todos ao seu redor.

Termina revisitando Saul Goodman, e, mesmo deixando sua gravata e camisa de lado, o trambiqueiro que existe dentro de si, não morrerá jamais enquanto ele respirar.


É lindo os episódios em preto e branco de Better Call Saul, muito bem dirigidos. Dessa vez tivemos a direção de Michelle MacLaren, excepcional diretora que dirigiu vários dos melhores episódios de Breaking Bad. Ela foi impecável mais uma vez, com a ajuda de um roteiro bem amarrado, sem furos e coeso. Mas já que estou falando da parte técnica, vale destacar as excepcionais atuações Carol Burnett e principalmente Jim O'Heir. E uma pena o ator que viveu Jeff nas temporadas anteriores ter sido substituído, ficou estranho.

E apesar da grande diferença desse episódio com o da Mosca de Breaking Bad, minha comparação é devido à grande pisada no freio que os episódios deram em suas respectivas temporadas. São ótimos episódios, mas nesse momento, esperávamos ainda mais aceleração, principalmente com a expectativa (mais uma vez adiada) dos personagens Walter e Jesse entrarem na série.

Ainda temos mais três episódios e tenho certeza que eles serão épicos.


Postar um comentário

4 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.
  1. Na verdade esse tipo de trambique tem mais a ver com Slipin' Jimmy do que com Saul Goodman. E a tela azul inicial serviu para nos mostrar que os acontecimentos de Better Call Saul acabaram nesse episódio, o que vier agora, será Saul Goodman nos acontecimentos de Breaking Bad.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jimmy, Saul e Gene, todos são trambiqueiros, golpistas. E é a primeira vez que vimos Gene fazendo isso

      Excluir
  2. Impressionante que a pessoa que vai escrever sobre a série, não se tocou que na verdade o episódio tem tudo a ver com o slipping Jimmy, até o ladrao escorregou como referência…na verdade esse episódio praticamente foi a morte de Saul Goodman

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saul Goodman só vai morrer quando Jimmy parar de respirar. Se precisar, ele volta a dar golpes. Mas pelo fim da série isso não vai acontecer, e ele deve "parar de respirar" no final

      Excluir

Obrigado pelo seu comentário!