Rhea Seehorn comenta participação de Kim em Better Call Saul


Com Spoilers

"Eu estava surpresa [com a decisão]. Essa foi frequentemente minha reação quando li esses ótimos roteiros nos últimos sete anos da minha vida: você fica surpresa e depois não fica. Faz sentido imediatamente. Nada nunca parece um valor de choque inteligente. Eu fiquei tipo: 'Ah, certo. Isso é o quanto ela não pode mais viver em sua própria pele.'"

"Enquanto ela lida com isso ao parecer quase catatônica em uma supressão de emoção, ela está implodindo e está absolutamente desesperada," continuou a atriz. "Ela pensa: 'Eu não posso mais ser essa pessoa. Não tenho o direito de exercer a advocacia. Não tenho absolutamente nenhum direito de julgar os outros.' Ela inclina a balança em favor daqueles "merecedores" há anos, uma maneira antiética de exercer a advocacia, e acabou com uma pessoa morta a seus pés."

"Embora Kim reconheça que há algo que eles acendem um no outro, ela também reconhece a parte dela nisso. E, finalmente, há uma quantidade incrível de auto-aversão no pensamento de 'eu não mereço nada.'"

A atriz deu essas declarações em entrevista para o The Hollywood Reporter.

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.