Saiba como foi recriar o laboratório móvel de Breaking Bad em Better Call Saul - Breaking Bad Brasil

Últimas Notícias

Saiba como foi recriar o laboratório móvel de Breaking Bad em Better Call Saul


Com spoilers

Após 9 anos, Bryan Cranston e Aaron Paul retornaram em seus papéis de Breaking Bad em Better Call Saul, no episódio 6x11 intitulado "Better Call Saul". Mas também, uma peça importante retornou, o laboratório móvel que fez muito sucesso das primeiras temporadas de Breaking Bad. E nesse episódio ele foi rebatizado, recebendo o nome "Navio de Cristal". Mas não foi tão simples recria-lo.

Em entrevista para a Variety, a decoradora de Better Call Saul, Ashley Marsh, disse que a produção da série teve que comprar todos os elementos do antigo laboratório, tendo apenas as fotos do antigo como base.

“Tivemos que voltar atrás e comprar tudo novamente. Nós literalmente apenas olhamos para as fotos do original, até descobrirmos quais itens precisávamos.” – Disse Marsh

Para recriar seu interior em um estúdio de som, Marsh “ reassistiu religiosamente Breaking Bad ” e fez “ 8.000 capturas de tela ”, prestando muita atenção a cada béquer, frasco, recipiente químico ou qualquer detalhe que tivesse que ser recriado do zero.

Para garantir que todos os detalhes fossem recriados, Marsh decidiu encontrar exatamente o mesmo modelo do trailer (Fleetwood Bounder) com um interior inalterado para reunir os assentos, luzes, coberturas de janela originais, etc. Ela rapidamente entrou em contato com Frank Sandoval, que faz uma excussão com o trailer e visita vários locais de filmagem em Albuquerque. Sandoval ficou feliz em emprestar algumas de suas partes para Better Call Saul, especialmente as coberturas de janela originais que Marsh não conseguiu encontrar.


Embora o espectador médio provavelmente nunca notaria esses pequenos erros de continuidade, o universo de Breaking Bad de Vince Gilligan tornou-se conhecido por sua atenção meticulosa aos detalhes, algo que os fãs agora esperam dele. Os espectadores já fizeram compilações comparando as duas cenas da 2ª temporada de Breaking Bad e da 6ª temporada de Better Call Saul, procurando por qualquer pequena incongruência nas cenas filmadas com 13 anos de intervalo. Na maioria das vezes, ele se sustenta, e parece que o trabalho meticuloso de Marsh valeu a pena.