Easter Eggs e Curiosidades de Better Call Saul: "Saul Gone" 6x13 [Series Finale] - Breaking Bad Brasil

Últimas Notícias

Easter Eggs e Curiosidades de Better Call Saul: "Saul Gone" 6x13 [Series Finale]


Vamos aos Easter Eggs e Curiosidades de "Saul Gone", décimo terceiro episódio da sexta e última temporada de Better Call Saul e o sexagésimo terceiro episódio da série. 

Leia antes: O Fim de Better Call Saul

— Direção e roteiro de Peter Gould, criador do personagem Saul Goodman em Breaking Bad e co-criador de Better Call Saul.

— "Saul Gone" é um jogo de palavras, soando semelhante a "está tudo acabado", da mesma forma que o apelido "Saul Goodman" soa como "está tudo bem, cara".

— "Saul Gone" é também uma referência ao fato de que Jimmy deixou sua persona Saul para sempre e agora é Jimmy McGill mais uma vez. Em essência, Saul se foi agora. Parecido quando Walter Junior abandona a persona "Flynn" e volta querer ser chamado pelo seu nome de batismo.

— Este episódio marca a 99ª e última aparição de Bob Odenkirk como McGill/Saul Goodman em todo o universo de Breaking Bad .

— Além de ser a última aparição de Bryan Cranston como Walter White, este episódio marca sua última aparição como o personagem e fará dele o ator que mais tempo apareceu em todo o universo de Breaking Bad, começando com sua primeira aparição no "Piloto", transmitido em 20 de janeiro de 2008, e fazendo dele o único ator com tempo de tela desde o primeiro episódio de Breaking Bad até o episódio final de Better Call Saul.

— Bryan Cranston e Betsy Brandt são os únicos atores a aparecer em "Felina" e "Saul Gone", os respectivos episódios finais de Breaking Bad e Better Call Saul; A última aparição de Odenkirk em Breaking Bad foi no penúltimo episódio "Granite State".

— "Saul Gone" teve duração de 1 hora e 9 minutos sem comerciais, tornando este episódio o mais longo em termos de duração entre Breaking Bad e Better Call Saul.

— Jimmy McGill está encarcerado na ADX Montrose depois de ser condenado a 86 anos de prisão federal por todas as acusações provadas contra ele. "ADX Montrose" é uma instalação fictícia e parece ser modelada na vida real, ao estilo "Alcatraz das Montanhas Rochosas", Penitenciária dos Estados Unidos. É conhecida como prisão Supermax, que são as prisões de segurança de nível mais alto, projetadas para manter presos que representam uma ameaça extrema à segurança. 

— Entre as acusações contra Jimmy, estão 27 violações RICO, conspiração federal para fabricar e distribuir substância controlada, oito acusações de lavagem de dinheiro e cumplicidade após o fato de vários assassinatos, incluindo os oficiais federais Hank Schrader e Steven Gomez.

RICO refere-se a "Racketeers in Corrupted Organizations Act". É uma lei federal com penas duras geralmente aplicadas contra grupos do crime organizado, pessoas que trabalham juntas para prejudicar o público em geral. Essas medidas geralmente incluem longas penas de prisão, confisco de bens e proteção de testemunhas para aqueles que cooperam. 

— Este episódio é o único final de temporada/série em todo o universo de Breaking Bad em que ninguém morre.

— Este é o único episódio da franquia Breaking Bad em que Walter White aparece enquanto Jesse Pinkman não.

— O final da série trouxe tantos espectadores online para o AMC+ que seu site travou quando o programa foi ao ar.

— Este é o episódio mais visto da sexta temporada, com uma audiência total de 1,80 milhões de telespectadores.

— Os dois episódios finais da série são intitulados "Waterworks" e "Saul Gone". WW e SG, para Walter White e Saul Goodman, respectivamente.


— O início do episódio ocorre entre os eventos de "Bagman" e "Bad Choice Road". Uma das notas que Jimmy deixou cair no deserto é vista, assim como seu cobertor espacial descartado e seu carro destruído. Além disso, sua garrafa de água está cheia de urina, que ele acabou bebendo em "Bagman", está em suas mãos.

— É mencionado que Kim havia feito sua confissão no mês anterior, o que significa que o golpe de Jimmy, Jeff e Buddy nos episódios "Breaking Bad" e "Waterworks" ocorreu ao longo de aproximadamente um mês, colocando a prisão de Jimmy por volta de dezembro de 2010.


— Marie menciona que Hank e Gomez foram assassinados e enterrados em um buraco, confirmando que seus corpos foram encontrados. Marie está de roxo. Ou não. Nunca saberemos. Ou talvez saberemos.


— Jimmy pedindo sorvete de menta com gotas de chocolate, que pode ser assumido como seu sabor favorito desde sua aparição em "50% Off ".

— A delação premiada de Jimmy é de sete anos e meio, a mesma quantidade de tempo que Better Call Saul esteve no ar.


— O flashback com Jimmy e Walt acontece durante os eventos de "Granite State" enquanto eles estão no porão da "Best Quality Vacuum" esperando para serem levados para suas novas vidas por Ed Galbraith. Quando Jimmy pergunta a Walter do que ele se arrepende, ele olha para o relógio que Jesse Pinkman lhe deu de aniversário antes de dizer que seu arrependimento foi sua saída da Gray Matter Technologies.

— Isso se assemelha à implicação do episódio de que o verdadeiro arrependimento de Jimmy era seu relacionamento com Chuck , e não quanto dinheiro a mais ele poderia ter feito.


— Jimmy se escondendo em uma lixeira, assim como ele fazia enquanto procurava documentos da Sandpiper em "Rico". Mais tarde, em "Wine and Roses", enquanto uma equipe de limpeza está na mansão de Saul, um recorte de papelão de Saul é tirado de uma lixeira fora da mansão, prenunciando seu método de captura.


— A risada maníaca de Jimmy na cela da prisão espelha o colapso de Walt em "Crawl Space".

— O uso de Jimmy da expressão "espaço de manobra" em sua negociação de acordo, é o que ele e o pai de Jesse usaram ao negociar o preço da casa de Jesse em "Caballo Sin Nombre". Em ambas as negociações, Jimmy usa a expressão ironicamente.


— Jimmy voa de volta para Albuquerque em um voo Wayfarer, a mesma companhia aérea que sofreu um acidente devastador no episódio "ABQ". Ele também usa uma fita de lembrança do voo durante seu julgamento, que era um item básico do guarda-roupa de Saul após a tragédia.


— No tribunal, em seu paletó, Jimmy é visto com um adereço em seu bolso em homenagem às vítimas do vôo daWayfarer, ocorrido em Breaking Bad. Essa homenagem sempre era carregada por ele eu seus paletós. 

— Walter obcecado por um pequeno clique de vazamento na sala é exatamente como ele estava obcecado pela mosca em "Fly"


— A cópia do livro de Chuck de "The Time Machine de HG Wells" é a mesma edição que Jimmy estava em sua mesa de cabeceira em "Carrot and Stick" e em sua futura casa no teaser flashforward de "Wine and Roses" .

— Jimmy murmurando "É hora do show!" para si mesmo antes de seu julgamento, no mesmo estilo que faria como defensor público, como visto durante uma montagem em "Mijo".


— Jimmy e Kim dividindo um cigarro, espelhando uma de suas primeiras cenas em "Uno", com a trilha sonora original de Dave Porter tocando ao fundo.


— Jimmy fazendo o gesto com o dedo duplo para Kim que ela fez em "Something Unforgivable".

— Com a prisão de Jimmy, Jesse é o único personagem principal de Breaking Bad a escapar da justiça com sucesso. Ele também é o único dos clientes conhecidos de Ed Galbraith a se adaptar com sucesso à sua nova vida e não desperdiçá-la como Jimmy e Walt, que foram pegos ou voltaram para se vingar e morreram, respectivamente.


— Por ironia do destino, Jimmy, que era o "protetor de velhinhos", foi descoberto e denunciado por uma.


— Esse nem precisa de explicação.

— E finalmente revelado o último traje de Jimmy McGill no universo Breaking Bad


— Fim do Universo Breaking Bad

—//—